Outros

Dicas para Organizar suas Dívidas de Fim de Ano

A inadimplência é um problema que vem crescendo cada vez mais no mundo em que vivemos. Milhares de pessoas se descontrolam e acabam gastando mais do que ganham. O final de 2014 foi assim para muitos brasileiros que acabaram se perdendo com as compras de Natal e estão sem renda para quitar todas as dívidas no começo do ano.

Estamos a menos de dez dias de 2020 e já podemos sentir os efeitos das compras de Natal. Para quem poupou bastante em 2019 o começo de 2020 será tranquilo, mas para quem gastou demais, será motivo de muita preocupação.

Pensando nessas pessoas que estão com um pé fora e outro pé dentro da inadimplência, nós trouxemos algumas dicas que vieram diretamente de um especialista para que você possa reorganizar suas dívidas e coloca-las dentro do seu orçamento!

2020 deverá começar com muitas dívidas extras, IPTU, IPVA, material escolar, o novo extintor de incêndio, licenciamento do veículo, viagem de férias, entre outras despesas.

Depois de analisar diversas circunstâncias, chegou a hora de conferir algumas dicas e perceber qual delas se enquadra melhor no seu caso. Procure fazer todos os esforços possíveis para não ficar com dívidas e acabar sujando seu nome na praça.

Dicas para quitar as dívidas de final de ano

A primeira dica é saber se ainda resta um pouquinho do seu 13° em conta. Se isso conferir, tente usar pelo menos metade do dinheiro para quitar as dívidas à vista. Faça o possível para colocar tudo no papel e planeje eliminar divida por dívida.

Depois de identificar o valor comprometido e a renda que sobrou tente negociar com as lojas. A fatura do cartão de crédito não tem jeito, mas tente negociar as outras dívidas que carnês, isso pode te ajudar a conseguir quitar tudo sem ficar na inadimplência.

  • Evite criar mais dívidas

Cheque especial, pagamento mínimo do cartão, tudo isso é uma ilusão gigante para os olhos de quem é devedor. Tais coisas parecem ser a saída perfeita para quem está com muitas contas, mas o especialista em economia afirma: “Empréstimos, financiamentos, cheque especial e pagamento mínimo da fatura é uma enganação de primeira. Além de não quitar suas dívidas você terá ainda mais problemas no mês seguinte. Saia fora desse laço”.

A dica certa é: Pague tudo o que for possível. Se restar alguma conta sem pagamento tente negociá-la, não abandone e nem dê adeus à dívida. Os comerciantes estão sempre dispostos a negociar com seus clientes, mas para isso eles também precisam estar dispostos. Vá atrás, explique a situação e tente uma renegociação com seu credor.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *